Exames

Matriz

Estamos vinculados à Fundação Aikikai – Hombu Dojo – Academia Central de Tóquio (Japão).

Antiguidade, graduação e idade são fatores de muita importância no relacionamento no dojo. A mais alta graduação, é a do instrutor-chefe, depois a do instrutor responsável pela turma, depois a do praticante de maior graduação e, dentro da mesma faixa, a do mais antigo de dojo e de idade.

Procure ajudar os colegas do dojo, se possível até profissionalmente, lembrando-se que é uma pessoa com quem temos mais laços que a maioria dos conhecidos. Porte-se com respeito, dignidade e honestidade porque isso valoriza você aos olhos de quem lhe vê.

Resguardado o respeito à liberdade de cada academia, os membros inscritos em nossas associações ou clubes filiados podem transferir-se conservando suas posições na classe ou grau a que pertencem. Para isso, basta comunicarem a sua associação (ou diretamente ao instrutor) a decisão de assim fazê-lo.

Poderão ser instrutores os aikidoístas portadores de faixa preta.

Para se responsabilizar por uma turma, deve-se ter no mínimo o primeiro grau de faixa preta homologado pela Federação Internacional de Aikido*. Os instrutores de Aikido devem ser pessoas altamente qualificadas seguindo a tradição e instruções da Fundação Aikikai e da FIA.

O processo decisório é participativo. Porém, tomada a decisão e sacramentada pelo superior, ficam todos incumbidos da sua execução.

As graduações de Aikido do nosso grupo são divididas em classes (kyu) e graus (dan) de acordo com a sequência:

-- Graduações --

  • Iniciante/Principiante,

  • 8º kyu, 7º kyu, 6º kyu, 5º kyu, 4º kyu, 3º kyu, 2º kyu, 1º kyu

  • 1º Dan em diante.

Exames de graduação

Existem três modos de promoção de faixa:

  • Por exame: compreende provas prática e oral;

  • Por recomendação: para pessoas que contribuíram, por mérito, de maneira relevante e significativa para o Aikido, de acordo com os critérios estabelecidos no Regulamento de Concessão de Graus da Fundação Aikikai, Tóquio; e

  • Misto: combinação de exame e recomendação; uma forma suplementando a outra.

Os exames serão realizados pelos menos duas vezes por ano, conforme o calendário; não há exceções, isto é, não há exames especiais.

Os exames não são obrigatórios.

  • O pretendente deverá se inscrever no concurso de promoção, colhendo o visto de seu instrutor na ficha de inscrição.

  • Os diplomas ou certificados são emitidos pela Associação e/ou Fundação Aikikai, e de acordo com cada caso.

  • O instrutor e/ou aluno deverão observar o pré-requisito de número mínimo de aulas necessário para cada grau. Os graus serão conquistados um a um, sem saltos, inclusive os graus de menores de 16 anos que obedecem à outra classificação.

  • Não haverá exame ou outorga de faixa preta para menores de 18 anos.

Todo pagamento referente a exames ou seminários deverá ser feito em banco e dentro dos prazos. Não serão recebidos recibos ou fichas de inscrição fora do prazo.

Faça sua inscrição e pagamento com antecedência.

Seja inteligente: envie pelo correio ou entregue diretamente os documentos ao organizador do seminário. Não transfira problemas para seu instrutor, coopere com ele e tome a iniciativa. Afinal, o maior interessado é você. Envie diretamente a ficha, após colher o visto do instrutor.

O seminário e/ou exame é de caráter privado, fechado ao público.

Portanto não será permitida a presença de pessoas não inscritas no local do seminário. Não convide e nem traga parentes, acompanhantes, cônjuge, companheira (o), namorada (o), filho (a)s, crianças, amigo (a)s, colegas, etc.

Os examinandos (tori e ukê) deverão comparecer com antecedência e confirmar suas participações nas avaliações.

  • *. Federação Internacional de Aikido (FIA) ou International Aikido Federation (IAF)