A sobrevivência na selva de pedra!

Susan Perry
Mary Heiny
Mary Heiny

Uma faixa preta e muitos anos de treino em arte marcial não garantem a sobrevivência nas ruas.

Até mesmo algumas técnicas podem ser absolutamente deficientes em situação de combate real. O Sr. Bernie Lau, detetive aposentado de Seattle e instrutor de Aikijujutsu, fundador do Washington Budokan, mesmo 20 anos de treino de Aikido não foi suficiente em uma situação de perigo de vida que enfrentou. O aikido tinha servido até o dia em que ele e um colega tiveram que atender três ocorrências policiais. Na primeira ocorrência, os dois entraram num bar onde um homem forte, bêbado, estava quebrando mesas e cadeiras. Com facilidade, Lau dominou o bêbado e o imobilizou com uma chave de braço (Sankio) até que o camburão chegasse.

Na outra ocorrência, não muito longe do bar, uma prostituta estava brigando com homem do qual procurara tirar sua (dele) carteira. Novamente, com movimentos rápidos Lau dominou a p... , imobilizando-a. Lau usou Sankio, uma torção de punho ensinada no aikido.

Mais tarde, naquela mesma noite, contudo, Lau e seu companheiro foram enviados para o cais do porto, onde um madeireiro de 120 kg, intoxicado e procurando briga, estava importunando os clientes de um bar. Com 20 anos de experiência de Aikido, Lau aceitou a incumbência com confiança. Ele tentou diversas técnicas de Aikido e os movimentos apenas desequilibraram o oponente. O madeireiro era bastante forte. Durante o 'pega' o colega de Lau foi seriamente atingido por um pontapé na cara. Unidades de reforço foram chamadas e vendo o colega ferido, os policiais reagiram e acabou o madeireiro indo para o hospital.

Frustrado pôr este incidente e sua inabilidade de subjugar o madeireiro através de técnicas de mão, Lau tornou-se desiludido e começou a questionar os métodos de treinamento do Aikido moderno. Ele sentia que tinha culpa pelo que tinha acontecido a seu colega.

Porque após anos de treino, ele não foi capaz de dominar o madeireiro? Sua desilusão tornou-se uma obsessão. O que foi diferente a prisão do bêbado, da prostituta e o madeireiro? O bêbado, na presença dos policiais, xingou, mas realmente não estava querendo brigar. Uma simples torção foi suficiente para domina-lo. A prostituta queria escapar e prendê-la não foi problema. O madeiro, foi um caso diferente. Ao lado de ser um lutador hábil de rua, ele estava com vontade de lutar. Isto fez dele um indivíduo perigoso.

As perguntas perseguiam Lau incessantemente.

Como os danos poderiam ser evitados?

Porque o madeireiro não foi dominado antes da escalada de violência ocorrer?

Porque o Aikido falhou?

Lau escreveu para seu instrutor de Aikido no Havaí, querendo respostas.

A resposta veio, calmamente, pelo telefone:

Em combate de rua você deve usar socos e pontapés, o Aikido moderno sozinho, não funcionará”, disse seu instrutor.

Mais tarde, em conversa com um companheiro faixa preta, com experiência, perguntou: "Que técnicas você utilizou?'

'Não usei nenhuma técnica especial. Simplesmente soquei."

Completamente desiludido, Lau buscou encontrar uma solução viável.

Iniciou uma pesquisa exaustiva sobre Aikido e seu antecessor, o Aikijujutsu (daito ryu aikijujutsu), eis uma comparação resumida.

Aikido- O principal propósito do aikido moderno é o desenvolvimento da mente e corpo saudável. Aikido não é ensinado como um método de combate corpo a corpo. O Do (Caminho Marcial) é enfatizado acima do jutsu (Técnica marcial).

O Aikido é completamente defensivo em natureza e a prática não é baseada em situações reais de combate de rua.

O Aikido não é para se defender do inimigo e sim para não ter inimigo.

Outro interessante fato que Lau descobriu na sua pesquisa foi que, em 1953, no Havaí. Tohei-sensei tentou convencer a polícia do Havaí a adotar o Aikido como método de defesa pessoal.

As demonstrações de aikido foram um sucesso. Mas a polícia desistiu de adotar o aikido, logo após regresso dele para o Japão.

Parece que o Aikido moderno não é adequado para o trabalho policial.

Aikijujutsu - Diferente do Aikido, o Aikijujutsu foi utilizado nos combates das Guerras civis japonesas. Era usado para mutilar ou matar o oponente. Hoje, as técnicas de Aikijujutsu podem ser usadas para dominar um suspeito ou atacante sem dor (sic), ou causar dor, ferimento ou deslocamento de juntas, se a situação exigir isto.

Em Aikijujutsu, é feito amplo uso de técnicas de bater contra pontos vitais do corpo. A pessoa que estuda o Aikijujutsu aprende um programa efetivo de técnicas de combate.

No entanto, o caminho (Do) para o desenvolvimento pessoal e descontração permanece aberto e livre para o praticante.

Mas o principal propósito do Aikijujutsu é ser usado como efetiva arma de combate. No treino de Aikijujutsu, seu parceiro representa um agressor que procura resistir e atacar com força e determinação ao contrário do treino do Aikido.

De acordo com a história, o inicio do Aikijujutsu data do século 9. A técnica foi passada através de gerações como o Bujutsu (ciência militar).

Em torno de 1180, os estudos de um fisiologista trouxeram grandes contribuições para a arte. Ele tinha o hábito de dissecar os corpos das vítimas de guerra e dos criminosos para estudar os efeitos das diversas técnicas das artes marciais. Isto levou ao refinamento das técnicas do Aikijujutsu, principalmente nas técnicas de chaves e torções. Outras modificações foram sendo feitas sempre com objetivo de se ter um conjunto de técnicas eficientes para combate.

Abaixo um comparativo do Aikido e Aikijutsu.Aikido.

A partir desse quadro comparativo, o agente Bernie Lau decidiu que era tempo de estudar aikijujutsu.

Assim, ele tomou aulas com instrutores de Daito-ryu de Hokkaido (Japão). Também, recebeu lições particulares em Yamate-ryu Aikijujutsu. Bernie Lau, atingiu grau de faixa preta. Dando prosseguimento ao seu treinamento, o Sr. Lau construiu seu próprio Dojo e fundou uma organização para estudo, treinamento e desenvolvimento do Aikijujutsu para táticas de combate e defesa na direção do trabalho policial.

Trata-se de organização particular cujos membros consistem de policiais, pessoal militar e da área de segurança. O professor Lau afirma que não se trata de comparar se o Aikido ou o Aikijujutsu é o melhor. É uma questão de qual sistema serve melhor para as necessidades de cada indivíduo: defesa pessoal ou aperfeiçoamento pessoal.

A teoria de não ter inimigo é muito boa, todavia, tente explicar isto a um madeireiro que está tentando recolocar seu nariz em outra posição.

Há ocasiões em que é preciso agir como animal.

A violência é horrível, mas algumas vezes é o único recurso!

Aikido Aikijujutsu
Fundado em 1938. Fundado em torno de 850 DC
As técnicas foram adaptadas para não machucar o colega. As técnicas foram planejadas para mutilar ou matar.
Os ataques são suaves, fluidos. Durante a pratica os ataques são feitos com força e intenção real.
As técnicas perigosas foram eliminadas. Diversas técnicas são perigosas.
O sofrimento é limitado. O sofrimento aplicado é forte.
Socos e pontapés foram eliminados. Socos e pontapés são aplicados.
Não é indicado para defesa pessoal, mas sim para o desenvolvimento pessoal e da Humanidade. Adequado para defesa pessoal e combate.
Não é indicado para luta de rua. Adequado para luta de rua, sem regras.


--
Traduzido por J.F.Santos da Revista Black Belt, Fevereiro 1986.

há 14 anos 10 meses