O que se faz no AIKIDO?

Se você fizer esta pergunta a diversos praticantes, muito provavelmente você terá uma resposta distinta para cada pessoa perguntada. Portanto, ao ler este texto pense sempre que as informações aqui contidas são vistas a partir de um ponto particular, o meu ponto de vista.

Aikido é uma arte marcial japonesa, ainda criança porque fundada a pouco mais de cinqüenta anos, mas que incorpora o conhecimento e o estudo de vários séculos da cultura marcial do japão.

Durante os treinos conservamos os hábitos, condutas, posturas da tradição cultural japonesa. Isto significa, por exemplo, de vez em quando cumprimentar de joelhos o parceiro durante os treinamentos.

A prática neste grupo não envolve campeonatos, competições ou qualquer forma de torneio. Não há troféus, não há medalhas. A jornada para formação até faixa preta é longa e demorada e, uma vez alcançada, representa apenas o começo da jornada...

Não se procura destruir, ao contrário, o que se quer é preservar e construir. E o quê se quer construir? Cidadãos, homens e mulheres, cada vez mais capazes de transformar este mundo num mundo melhor. Busca-se a perfeição.

Mas isto não é uma utopia? Talvez. Mas não diferente daquele sonho do atleta que persegue o recorde, aparentemente inalcansável a cada vez que é batido. Mas, mesmo assim, há homens e mulheres que sonham com o recorde. Buscar a perfeição é como perseguir o recorde, é preciso dar atenção a cada detalhe, não havendo distinção entre grandes e pequenos detalhes. Todos devem igualmente ser levados em consideração.

Não basta apenas o corpo estar bem preparado, é preciso que a mente também esteja apta a conduzi-lo. E ainda é necessário que o atleta tenha espírito (para que você possa entender melhor, considere espírito = intenção). Espírito de continuidade , de perseverança, de pesquisa, de lealdade aos seus objetivos, de honestidade, de determinação, etc.

Tudo isso é muito bonito na teoria, mas quando colocado em prática é fantasticamente maravilhoso (afinal, você não gosta de ser bem atendido, de cordialidade, honestidade, sinceridade, franqueza, educação, cultura?)

Mas como colocar tudo isto em prática numa arte marcial? Arte marcial não é para dar porrada?

No meu ponto de vista, arte marcial é como uma ferramenta. Sabe o formão?! Com ele você pode esculpir obras verdadeiramente divinas, ou não....

No grupo ao qual pertenço, preferimos ser escultores e levar às pessoas a beleza da arte. Para isso é necessário conhecer melhor o objeto sobre o qual se trabalha: no nosso caso, o ser humano em todos os seus aspectos.

Para conhecer melhor um homem é preciso ser seu amigo, entender e aceitar suas diferenças, ser carinhoso e cordial com ele, conhecer seus limites e ajudá-lo a superá-los, ser leal, ser honesto, respeitá-lo.
É isso que fazemos no Aikido. Procuramos fazer um mundo melhor construindo amizades. Trabalhamos nosso corpo, mente, espírito procurando atingir a perfeição.

Pautamo-nos por vários modelos de conduta. Um dos mais importantes é o do samurai (significa = aquele que serve). A sua definição é um pouco difícil de ser apreendida modernamente, ainda mais em tão pouco espaço. Para nós o samurai é caracterizado por uma estrita conduta ética pessoal e social. É entre os homens, o homem por excelência, um espelho do homem ideal e responsável.

Ah! Quase esqueci. Treinamos projeções, arremessos, quedas, imobilizações, bastão, espada, essas coisas de arte marcial...

Nesta academia em especial, por liberalidade do instrutor, treinamos duas outras artes marciais: IAI DO (saque da espada) e JO DO (bastão x espada) Veja: todo ponto de vista é visto de um ponto. Ainda há muitos pontos para se ver o Aikido...

10 anos 11 meses atrás